A Síndrome do Túnel do Carpo (STC) é uma condição que ocorre quando o nervo mediano é exposto a pressão mais alta do que a normal. O nome Síndrome do Túnel do Carpo vem da localização do nervo dentro do túnel do carpo localizado no punho e coberto por um grosso ligamento (ligamento transverso do carpo).

 A STC ocorre quando há aumento do volume dos tecidos dentro do túnel ou quando este túnel tem seu diâmetro reduzido. Movimentos repetitivos e que forçam a pinça e preensão com as mãos podem causar edema dos tendões que passam por este túnel e são uma das principais causas desta doença. É um problema comum em mulheres grávidas e mulheres de meia idade onde está associada às modificações hormonais que ocorrem neste período e provocam retenção de líquidos no corpo, incluindo a região do túnel do carpo. Indivíduos com diabetes, doenças da tireóide e artrite reumatóide podem desenvolver o espessamento dos tendões e dos nervos, o que pode contribuir para o desenvolvimento desta doença.

Quem tem STC apresenta dormência, formigamento, queimação e choques na mão, particularmente no polegar, indicador e dedo médio. Tipicamente, somente os dedos ficarão dormentes, mas é possível sentir dormência em toda a mão até o braço ou ombro. Os sintomas costumam piorar durante a noite e ao deitar. O uso do polegar pode ficar limitado ou enfraquecido. Muitas vezes os sintomas são bilaterais.

A STC é diagnosticada após uma avaliação médica especializada onde os sintomas e o exame físico específico podem fechar o diagnóstico. Um estudo da condução nervosa (Eletroneuromiografia) é usado para determinar a severidade do dano que ocorreu no nervo mediano.

O tratamento usualmente requer o uso de órtese (tala) para suportar o punho durante o sono. Uma infiltração de cortisona no túnel do carpo para reduzir o edema e melhorar os sintomas, mas o efeito em geral é transitório. A fisioterapia pode ajudar a reduzir os sintomas e o edema, mas costuma ser pouco eficiente em casos moderados ou graves.

Se essas medidas não forem bem sucedidas, a cirurgia pode ser necessária para expandir o túnel do carpo e aliviar a pressão do nervo mediano. Esse procedimento é conhecido como liberação do túnel do carpo e é usualmente um procedimento realizado em centro cirúrgico. O forte ligamento transverso no lado da palma da mão é cortado para aliviar a pressão sobre o nervo mediano. A maioria das pessoas trata uma mão por vez, para poder usar a outra mão enquanto a mão operada cicatriza. Seu cirurgião pode discutir com você as opções de fazer sua cirurgia por “endoscopia do túnel do carpo” ou “cirurgia aberta do túnel do carpo”. Ambos os procedimentos são comumente feitos.

 A cirurgia habitualmente proporciona o completo alívio na maioria das pessoas. O uso da mão operada para atividades leves, como se vestir, comer e higiene pessoal, é usualmente possível após a primeira ou segunda semana da cirurgia.  A palma da mão deve permanecer sensível a pressão por um período de até seis meses.

Quando há uma compressão severa do nervo e o tratamento demora a ser realizado pode haver seqüela com perda definitiva da sensibilidade e da força da mão.